padrao-ondereciclar.svg
Recusar

Recusar é dizer ‘não’ a alguns produtos para dizer ‘sim’ a um planeta mais saudável.

O que dizem os números

2 milhões

de sacos de plástico são usados por minuto, no mundo. 

10

quantidade de voltas que damos ao Equador com o plástico de bolha produzido anualmente no mundo. 

2.5 mil milhões

de embalagens de plástico são consumidas, por ano, na UE.

20%

dos peixes que consumimos têm microplásticos no estômago.

22.6%

Dos portugueses não conhece alternativas a produtos descartáveis.

COMO COMEÇAR?
Recusar começa fora de casa. Para recusar é necessário ganhar consciência de tudo o que nos é “imposto” e do custo que estes materiais têm para o ambiente, tanto na sua produção como no seu descarte. Podemos começar por identificar onde existe desperdício. Quantos produtos vêm embalados sem necessidade? Quantos materiais descartáveis utilizamos? Quantas ofertas aceitamos só porque são gratuitas?

Curiosidades da Electropedia.

É possível pedir ou imprimir um dístico de “Publicidade aqui não” para colocar na caixa do correio.

No estuário do Rio Douro já existe mais plástico que peixe.
Por ano, consumimos o equivalente a um prato cheio de plástico.

Ao recusar podemos evitar o consumo anual, em Portugal, de mil milhões de palhinhas. 

Mudanças rápidas

Marque os hábitos que já tem no seu dia-a-dia ou partilhe as dicas nas suas redes sociais ou via email.

Levar sacos para frutas e legumes para o supermercado
Recusar brindes e ofertas
Encher toners em vez de comprar novos
Comprar a granel
Recusar palhinhas
Encher toners em vez de comprar novos
Recusar produtos com impacto ambiental significativo
Escolher produtos sem embalagem
Nos restaurantes levar o excedente para casa
Evitar produtos descartáveis
Recusar sacos para produtos pequenos
0
11
Pronto para começar?
Veja onde pode entregar os seus resíduos