Pilhas e Baterias

As Pilhas e Baterias usadas são resultantes da utilização de pilhas e acumuladores e dividem-se em 2 grandes categorias:

Portáteis
Industriais

Pilhas e Baterias Portáteis

Alcalinas (como AAA, AA, C, D e 9V): utilizadas em brinquedos eléctricos, lanternas, rádios portáteis e câmaras digitais.

Botão: utilizadas para alimentar pequenos dispositivos electrónicos portáteis, como relógios de pulso, calculadoras de bolso, comandos para portões eléctricos, aparelhos auditivos e pacemakers cardíacos artificiais.

Iões de Lítio: utilizadas nos computadores portáteis e nos telemóveis.

Onde colocar as pilhas e baterias portáteis usadas?

Podem ser entregues nos Ponto Electrão especificamente dedicados a este tipo de resíduos ou durante as campanhas realizadas pela Electrão, normalmente em conjunto com a recolha dos resíduos de pilhas e acumuladores portáteis apresentadas anteriormente.

As baterias de chumbo-ácido podem ser consideradas portáteis e industriais, dependendo da sua utilização. Quando a utilização é, por exemplo, para alimentar sistemas de luzes de emergência, estas baterias são consideradas portáteis. Se servirem para fornecer energia a serviços que não podem ser interrompidos (como em centrais telefónicas e em hospitais), são consideradas como industriais.

Onde colocar as pilhas e baterias industriais usadas?

Podem ser entregues nos Ponto Electrão especificamente dedicados a este tipo de resíduos ou durante as campanhas realizadas pela Electrão, normalmente em conjunto com a recolha dos resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos apresentadas anteriormente.

Pilhas e Em 2017, foram recolhidas em Portugal cerca de 1,4 toneladas de pilhas e baterias usadas

Em 2017

foram recolhidas em Portugal
cerca de 1,4 toneladas de pilhas e baterias usadas
o que representa cerca de 130 g por cada português.

1 pilha

1 pilha

pode contaminar

175.000 litros

de água 

uma quantidade

superior ao que

uma pessoa bebe

em toda a vida.

Sabia que...

Dependendo do tipo de pilha ou bateria, assim variam os seus

componentes e, logo, os materiais que se podem obter com a

sua reciclagem.

A reciclagem das pilhas alcalinas, permite obter um concentrado de zinco e

manganésio, aço e fracções de plástico, papel e latão. Já as baterias de ião lítio,

resultam num concentrado de cobalto e lítio, aço inoxidável e fracções de cobre,

alumínio e plástico. Quanto às baterias de chumbo-ácido estas são maioritariamente separadas pelas

fracções de plástico, chumbo e ácido sulfúrico. 

Onde vão parar

os materiais recuperados

A reciclagem de pilhas e baterias alcalinas

A reciclagem de pilhas e baterias alcalinas

permite recuperar 100% do zinco, do manganésio e do potássio, que depois podem ser usados como nutrientes para uso agrícola. O aço e níquel também são recuperados a 100% sendo encaminhados para a produção de novos metais.

As emissões de Gases com Efeito de Estufa de uma bateria de ião de lítio

As emissões de Gases com Efeito de Estufa de uma bateria de ião de lítio

podem ser reduzidas até cerca de 50% durante o seu tempo de vida, caso sejam utilizados materiais reciclados (como o alumínio e o cobre) ao invés de matérias-primas virgens.

O que acontece

ao equipamento eléctrico depois de o entregar num local de recolha do Electrão?

Pilhas e baterias usadas

Pilhas e baterias usadas

01

Recolha e transporte

Os resíduos de pilhas e acumuladores são recolhidos nos Ponto Electrão próprios espalhados pelo país e transportados para centros de recepção e tratamento responsáveis pelo seu processamento.

02

Separação manual

As pilhas e baterias são separadas manualmente por tipo e sistema químico (portáteis excepto de chumbo-ácido, e industriais e portáteis de chumbo-ácido).

03

Fragmentação mecânica ou fundição

Consoante o sistema químico, as pilhas e baterias podem ser fragmentadas mecanicamente (como as de lítio e as de chumbo-ácido) ou fundidas (como as de níquel-cádmio), sendo posteriormente separadas por componentes através de processos distintos.

04

Separação mecânica e físico-química

Cada tipo de pilhas e baterias é sujeito a um processo específico de separação mecânica e/ou físico-química que permite separar os vários componentes obtendo matérias-primas que são depois reutilizadas.

05

Produção de novos produtos

As matérias-primas recuperadas são incorporadas na produção de novos produtos que podem incluir novas pilhas e baterias.

06

Utilização

Os novos produtos, pilhas e baterias que incorporam material reciclado são colocados no mercado, sendo novamente adquiridos e utilizados pelos consumidores. No fim da sua utilização, estes produtos, caso sejam pilhas e baterias devem ser colocados no Ponto Electrão próprio para poderem ser novamente recolhidos e reciclados.

Materiais perigosos

Sim, há materiais perigosos nestes resíduos e de modo a prevenir a contaminação do ambiente e problemas de saúde, é de extrema importância que estes resíduos sejam geridos e tratados de forma adequada.

Materiais perigosos

Entre os vários problemas que podem surgir de uma incorrecta gestão destes resíduos, contam-se:

Mercúrio

O mercúrio presente em equipamentos eléctricos e pilhas e baterias usados é um elemento nocivo e bioacumulável que, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, provoca efeitos nefastos ao nível do sistema digestivo e rins, além de problemas neurológicos, com especial impacto nos mais jovens;

Chumbo

O chumbo presente nos equipamentos eléctricos e pilhas e baterias usados causa problemas nos rins e sistema nervoso. Já o arsénio é responsável por causar problemas nos pulmões e pele;

Cádmio

O cádmio é altamente cancerígeno, afectando os rins, os pulmões, o fígado, os ossos, tendo também interferência com as enzimas;

Minerais

A poluição do ar, água e solo, a emissão de gases com efeito de estufa, a desflorestação, erosão e perda de habitats e a libertação de resíduos perigosos são alguns dos problemas que podem surgir na sequência a extração dos minerais, dos processos de transformação dos minerais em compostos químicos e dos processos de produção e embalamento das pilhas e baterias.

 

É assim percetível que

a adopção de comportamentos adequados

à perigosidade dos resíduos tem vantagens a

para a saúde humana e para o ambiente:

Substâncias perigosas

Garantir que estes resíduos são sujeitos a um tratamento rigoroso, durante o qual são removidas, em condições de segurança, as substâncias perigosas.

Evitar a poluição dos oceanos

Evitar a poluição dos oceanos, especialmente devido ao plástico. A introdução de microplásticos na cadeia alimentar tem por consequência a bioacumulação de compostos químicos na cadeia trófica, podendo estes chegar até ao nosso prato.

Turismo e a pesca

Além dos problemas para o ambiente e para a saúde humana, a poluição dos oceanos também provoca problemas a nível económico em actividades tais como o turismo e a pesca.

Outros locais de recolha

Sempre que temos pilhas e baterias usadas,  que já não queremos, devemos colocá-las nos locais de recolha como o “Ponto Electrão”.

A Electrão dinamiza também campanhas específicas de recolha como a ‘Escola Electrão’, promovida em várias escolas nacionais, e o ‘Quartel Electrão’, que toma lugar em Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários.

Encontre o ponto de recolha mais próximo.

Encontre o ponto de recolha mais próximo.

Pesquisar no mapa